Quais madeiras são usadas para instrumentos musicais?

Quais madeiras são usadas para instrumentos musicais?


Você sabe quais são as melhores madeiras para instrumentos musicais? Atualmente, muitos músicos têm um certo grau de preocupação com essa característica, afinal, ela uma das principais responsáveis pela sonoridade, durabilidade e preço, em alguns casos.

Pensando na importância desse assunto, nós resolvemos escrever este artigo. Nele, mostraremos os principais tipos de madeira utilizados na construção de instrumentos musicais e quais são os pontos que você deve avaliar para embasar a sua escolha de compra. Continue lendo!

Quais são os principais tipos de madeiras para instrumentos musicais?

Certas madeiras têm características específicas que podem alterar o som dos instrumentos. Veja algumas delas!

Carvalho

O carvalho é um tipo de madeira muito utilizado na construção civil e fabricação de móveis. Sua característica rígida e de fácil manuseio fez com que ele fosse muito utilizado para a confecção de instrumentos musicais, especialmente, na produção das laterais dos violões acústicos.

A durabilidade que o carvalho proporciona é realmente interessante. O timbre gerado por instrumentos com esse tipo de madeira pode variar muito, tendo em vista que ele é muito utilizado para compor algumas partes, misturando com outros tipos de madeiras.

Mogno

O mogno é uma das madeiras mais procuradas para a confecção de instrumentos de cordas. Em alguns estados brasileiros existe o controle desse tipo de material, graças ao seu risco de extinção. A densidade fica em torno de 0,50g/cm³, o que é considerado um número moderado.

Uma característica marcante do mogno é o seu entrelaçamento firme. Isso, aliado ao peso e estabilidade, proporciona uma sustentação sonora única nos instrumentos. Ela é pouco resinosa — em outro tópico mostraremos como esse conceito interfere na construção do instrumento. Por esse motivo, os timbres agudos se destacam mais que os graves.

Jacarandá

O jacarandá é uma das madeiras mais cobiçadas nos instrumentos musicais. Isso se deve pela sua beleza e, principalmente, pela qualidade sonora obtida. Existem dois tipos, o brasileiro e o indiano, que têm diferenças sutis na tonalidade das peças.

A densidade dessa madeira fica por volta dos 0,86g/cm³, o que proporciona mais densidade, durabilidade e resistência aos instrumentos produzidos com base nela. Um ponto interessante é que a sustentação das notas produzidas com instrumentos fabricados com esse tipo de madeira é grande, porém, sua projeção é limitada. Ela é moderadamente resinosa, proporcionando timbres macios e brilhantes.

Cedro

O cedro é muito utilizado na construção de instrumentos musicais e o principal motivo é a sua disponibilidade, além de excelentes tonalidades, sendo um grande atrativo visual. A sua durabilidade e densidade são moderadas, girando entre 0,61 e 0,76g/cm³. Assim como o jacarandá, sua resinosidade é inferior, proporcionando timbragens mais brilhantes.

Como escolher o instrumento com a madeira ideal?

Na hora de escolher um instrumento musical, é necessário conhecer as características do material preponderante de sua fabricação, nesse caso, a madeira. O primeiro critério que você precisa avaliar é a filtragem das frequências. Madeiras mais resinosas, como o jacarandá, têm mais capacidade de filtrar frequências agudas, permitindo graves mais brilhosos.

Em termos de abertura da sonoridade, é necessário verificar a densidade da madeira. Quanto menor ela for, mais rápida será a abertura de som do instrumento. Por fim, é necessário verificar a durabilidade que o material proporciona. Materiais como o jacarandá e o mogno costumam ter durabilidade maior.

Portanto, conhecer as madeiras para instrumentos musicais é fundamental para definir o tipo de sonoridade que você pretende extrair, bem como a durabilidade. Além disso, o preço pode variar bastante de um tipo de madeira para o outro. Por isso, é importante considerar esse critério na hora da aquisição.

Se você gostou dessas informações, compartilhe este artigo em suas redes sociais. Dessa maneira mais pessoas conhecerão sobre os pontos que foram mencionados.

Categorias

+ Sem comentários

Adicionar