Como escolher o melhor encordoamento de violão?

Como escolher o melhor encordoamento de violão?


O encordoamento de violão é o conjunto de cordas necessárias para que esse instrumento possa gerar toda a sua sonoridade. Existem no mercado diversos materiais que alteram totalmente o som produzido, bem como a técnica utilizada pelo músico. Além disso, quem toca violão precisa conhecer as características, espessuras e outras informações dentro de cada um dos tipos de corda existentes para o seu instrumento, sempre considerando o impacto que esses assessórios causam na sonoridade.

Neste artigo, discorreremos de forma detalhada sobre cada um deles, suas principais características e qual a melhor escolha para o seu estilo. Acompanhe!

Por que é importante entender sobre o encordoamento de violão?

Muitos músicos, especialmente os que iniciam seus estudos, deixam a questão do encordoamento do seu instrumento um pouco de lado. Entretanto, esse é um erro que pode prejudicar severamente, tanto o seu aprendizado quanto a sonoridade extraída do seu violão.

Afinal, você verá que existem diversos materiais utilizados para a confecção de cordas e cada um deles têm objetivos muito específicos. Além disso, com um simples erro na instalação de um jogo de cordas, em um instrumento que não está preparado para receber aquele tipo de material, pode estragar o seu violão. Por isso, é fundamental que você conheça todos os tipos de encordoamento de violão e a aplicação de cada um deles. Continue lendo!

Quais são os principais materiais utilizados no encordoamento de violão?

Agora que você entendeu a importância de conhecer sobre as cordas que serão inseridas em seu violão, mostraremos os principais materiais utilizados na confecção desses acessórios cruciais para os músicos que exploram esse instrumento. Continue lendo!

Aço

Cordas de aço têm uma sonoridade mais intensa, vibrante e estridente. Elas têm como característica serem mais duras e utilizadas por músicos que tem um pouco mais de experiência, tendo em vista que costumam criar calos ao longo dos dedos durante o aprendizado. Apesar de não ser uma obrigatoriedade, geralmente elas são tocadas com palhetas para garantir toda a sua sonoridade.

Quanto ao encordoamento de aço, é importante citar que podem existir algumas variações quanto ao calibre das cordas. Ou seja, é possível adquirir o acessório que tem espessuras menores e outras maiores, que proporcionaram sonoridades diferentes de acordo com as suas necessidades.

Bronze

O bronze também é um material utilizado para confecção de cordas de violão. Geralmente, esse elemento compõe 80% do acessório sendo os outros 20% compostos de zinco. Esse encordoamento pode ser usado em todos os estilos musicais, pois ele proporciona sons muito claros e brilhantes. A desvantagem é o envelhecimento rápido causado pela tendência comum de oxidação desse metal.

Existe uma variação desse tipo de corda que adiciona o fósforo, outro metal que proporciona uma sonoridade ainda mais brilhante e quente. A vantagem desse terceiro elemento é que ele pode estender um pouco mais a vida útil do seu encordoamento.

Nylon

Por fim, temos o famoso nylon, um material que proporciona uma sonoridade mais suave e aveludada. Esse tipo de corda é amplamente utilizada por pessoas que estão no começo dos seus estudos no violão e isso se deve ao fato delas serem mais macias e confortáveis. Outro grupo de músicos que utiliza o nylon com muita frequência são aqueles que exploram estilos musicais como MPB, samba, erudito e clássico de diversas naturezas.

Quais são os principais tipos de cordas utilizadas no mercado?

Basicamente, existem três tipos de encordoamentos utilizados pelos músicos no mundo inteiro e são responsáveis pela sonoridade gerada em seus instrumentos. Veja quais são eles e suas principais características sonoras e físicas.

  • roundwond: tem cordas utilizadas em violões e guitarras que são mais abertas e bastante versáteis, se adequando a diversos estilos musicais;
  • halfwound: nesse caso, elas são mais equilibradas, têm graves e agudos que soam com intensidade semelhante. Diferentemente do modelo anterior, elas são semi aneladas;
  • flatwound: essas cordas têm timbres mais voltados para o grave. Como elas têm o aspecto liso, é menos comum ouvir aquele barulho agudo que é gerado ao deslizar entre as casas do seu violão

Como escolher o encordoamento ideal?

Não existe uma regra clara e definida para escolher o encordoamento ideal. Esse processo dependerá de alguns critérios que precisam ser avaliados pelo músico. Para ajudá-lo, separamos algumas dicas que você deve avaliar antes de comprar o seu jogo de cordas.

Defina o material que será utilizado

O primeiro passo é o material que você pretende utilizar. Para fazer essa escolha, você deve considerar duas características, o tipo de instrumento que você tem e o estilo musical que está inserido. Se você toca música sertaneja, por exemplo, pode ser mais interessante apostar nos encordoamentos feitos à base de aço ou bronze. Por outro lado, se a sua expertise está mais voltada para a execução de músicas clássicas, samba ou MPB, a escolha mais adequada são as cordas de nylon.

Identifique a regularidade que pretende tocar

Outro ponto importante é identificar a regularidade com a qual pretende tocar o seu violão. O jogo de cordas, principalmente os de aço, tem uma vida útil definida conforme sua utilização. Isso significa que quanto mais tempo forem tocadas mais rápido elas se deterioraram graças ao suor, iodo e outros elementos aos quais são expostos.

Nesse caso, vale a pena gastar um pouco mais em um jogo de cordas que tenha uma composição capaz de aumentar o tempo de vida útil do acessório. Por outro lado, se você pretende utilizar pouco seu instrumento ou se o encordoamento é para ser instalado em um violão que não é utilizado com muita frequência, pode ser interessante apostar em um jogo de cordas mais barato.

Analise o preço médio que pretende investir

Por fim, o que definirá o tipo de encordoamento que você vai adquirir é quanto pretende investir com esse acessório. O que precisa ficar bem claro com a peça em relação ao gasto é o cuidado em adquirir um jogo de cordas de qualidade inferior, obrigando o músico a fazer várias compras em um curto espaço de tempo.

Por fim, é importante ter em mente que o encordoamento do violão altera substancialmente a sonoridade do seu instrumento, bem como a técnica utilizada para tocar. Por isso, é fundamental ter muita atenção na escolha desse acessório, analisando todos os pontos mencionados e o estilo de música que você explora.

Se você quiser continuar o estudo sobre esse assunto, confira o post que separamos. Nele, mostraremos qual a melhor corda para violão.

Categorias

+ Sem comentários

Adicionar