Roland Aira – clássicos turbinados

Roland Aira – clássicos turbinados


464403432_640Colocando sons que definiram a música eletrônica, aliados a modernos recursos, nas mãos de músicos, DJs e produtores, a Roland reafirma sua essência revolucionária com os modelos TR-8, TB-3, VT-3 e System-1, da linha Aira

A tendência de uso de timbres clássicos e a retomada deles como ponto inicial para o desenvolvimento de novas sonoridades ganha mais ferramentas e muitas possibilidades com a linha Aira, da Roland. A marca – que revolucionou por diversas vezes a tecnologia e, consequentemente, a produção musical em si – lançou versões ainda mais poderosas de modelos lendários. O lançamento inicial inclui a drum machine TR-8, o sintetizador de baixo TB-3, o processador vocal VT-3 e o sintetizador compacto System-1. Outros equipamentos vêm sendo somados à lista, para garantir ao músico – e mesmo ao DJ – um set completo de possibilidades de criação.

Para Casey Bishop, artista Aira e responsável pelo relacionamento com consumidores da empresa, “a ideia é que o músico possa usar os equipamentos em estúdio durante o dia e em uma apresentação à noite”. Como todos os equipamentos modernos voltados à produção musical, a linha Aira conta com interface para computadores, mas não depende de softwares para funcionar.

A tecnologia embarcada na linha chama-se Analog Circuit Behavior (ACB), que reproduz com a máxima fidelidade o comportamento de cada componente do circuito analógico original quando afetados por diferentes controles de forma a garantir tanto a sonoridade (fornecida pelo modelo analógico) quanto a praticidade de uso (oferecida pela interface digital).

 

tr-8_angle_left_galTR-8

A TR-8 é uma bateria eletrônica carregada com timbres das icônicas TR-808 (e a popular modificação TR-808 “long decay”) e TR-909. Lançadas em 1980, a TR-808 e a TR-909 produziram os sons de bateria mais influentes na música moderna. Elas apareceram não somente em milhares de sucessos de dance music durante três décadas, mas também ajudaram a definir todo o som de um gênero musical, do rap e house ao techno e trance.

O formato é baseado no design original: 16 pads com controles posicionados acima deles. O sequenciador de 16 passos inclui patterns de variação A e B e a habilidade de tocar instrumentos e gravar até 32 passos em tempo real com ajuste dinâmico de métrica. Para isso, podem ser utilizados sons de até 16 kits diferentes feitos a partir de 11 instrumentos, cada um com controles individuais de ajuste e decay, o que permite construir kits híbridos. A conexão com computadores via USB permite enviar e receber dados de áudio e de MIDI, inclusive informações de MIDI clock para sincronizar com equipamentos externos e outros produtos AIRA.

Além desses recursos, a TR-8 inclui efeitos de delay e reverb – que podem ser configurados a passos e instrumentos individuais – e uma nova ferramenta denominada Scatter, que inclui uma coleção de 10 efeitos clássicos de pós-produção com intensidade variada que podem ser utilizados ao vivo, sem ajuda do computador.

 

tb-3_angle_left_galTB-3

Baseado no clássico TB-303 (responsável pelo som de baixo icônico da acid house), o TB-3 é um sintetizador de contrabaixo equipado com touch pad luminoso e sensível à pressão que permite criar padrões de ritmo e interagir com o instrumento durante a performance. Além da afinação e do volume, é possível ajustar os filtros e controlar a modulação pressionando o pad com o dedo. Além de reproduzir fielmente os sons TB clássicos, o equipamento vem com mais três bancos de timbres que incluem synths de baixos com distorção pesada, delay e efeitos. O sequenciador de passos permite a troca imediata do modo de criação, de padrão para performance e oferece funções de geração automática e modificação aleatória de padrões.

Assim como o TR-8 e todos os outros equipamentos da linha, o TB-3 conta com função Scatter e conexão USB.

 

vt-3_angle_left_galVT-3

O VT-3 traz de volta o efeito Vocoder clássico, novo ícone da música pop. Extremamente simples de ser utilizado por qualquer músico, o equipamento oferece desde as tradicionais vozes robotizadas a efeitos modernos, alternado o pitch e o formant em tempo real, para gravações ou apresentações.

 

 

system-1_angle_left_galSystem-1

Inspirado no sintetizador analógico semimodular Roland System-100, lançado na década de 1970, o System-1 é um sintetizador com quatro osciladores analógicos virtuais – com capacidade de trabalhar monofonicamente ou em até quatro vozes de polifonia – utilizando a a tecnologia ACB, além de filtros High e Low Pass e efeitos integrados. Teclado de 25 teclas de tamanho normal e um conjunto de 73 controles físicos colocam nas mãos do tecladista todos os recursos para performances ao vivo. A grande inovação, no entanto – que faz desse módulo o destaque da linha -, é a capacidade de controlar e carregar recriações em software de sintetizadores clássicos da Roland, oferecendo ao músico acesso a versões em plug-in dos lendários sintetizadores Roland, que podem ficar carregados no próprio equipamento, sem a necessidade de utilizar um computador. Já está disponível a simulçaõ do SH-101, e a empresa promete o lançamento de outros instrumentos em breve.

 

 

Categorias

+ Sem comentários

Adicionar