Como criar um cronograma para estudar música

Como criar um cronograma para estudar música


Estudar música pode ser um grande desafio para muitas pessoas, especialmente para quem está iniciando o processo de aprendizagem. Afinal, existem alunos que não conseguem ajustar seus horários para incluir o tempo de estudo durante o seu dia.

Consequentemente, o desenvolvimento acaba sendo prejudicado, fazendo com que você demore um pouco mais para aprender o seu instrumento. Por isso, criar um cronograma de estudos pode fazer toda a diferença nos seus estudos.

Pensando nisso, resolvemos escrever este artigo. Nele, mostraremos como você pode criar esse cronograma e melhorar significativamente os seus estudos na música. Acompanhe!

Por que é importante ter um cronograma de estudos?

Primeiro, é importante saber a importância de ter um bom cronograma de estudos. Separamos os principais pontos nos tópicos abaixo.

Ajuda a manter a disciplina

Inicialmente, o cronograma de estudos ajuda você a manter a disciplina durante as horas que dedicar para estudar música. Ela é essencial para o desenvolvimento de um músico. Sem disciplina, dificilmente você terá um bom desenvolvimento.

Nesse sentido, ter uma ferramenta capaz de auxiliar na sua disciplina nos estudos pode fazer toda a diferença.

Aumenta o foco

Outro ponto importante é que o cronograma auxilia no aumento do foco durante os períodos de estudos. Muitas pessoas, mesmo tendo disciplina de começar a estudar música em determinado horário, ficam com sua mente vagueando ou observando elementos que não têm nenhuma relação com o que a pessoa está estudando no horário.

Como o cronograma já tem os conteúdos que serão estudados naquele momento, é mais difícil que o aluno perca o foco durante esses momentos.

Possibilita uma visão geral do que deve ser estudado

Por fim, o cronograma contendo o que você deve estudar durante o tempo permite que tenha uma visão mais ampla e geral de tudo que será estudado ao longo de uma semana, mês ou ano, facilitando o acompanhamento do seu desenvolvimento.

Como fazer um cronograma para estudar música?

Agora que você entendeu a importância de montar um cronograma para estudar música, mostraremos como você pode colocar em prática e elaborar esse elemento. Acompanhe!

Estabeleça seus objetivos de estudos

Primeiro, é importante determinar os seus objetivos de estudos. Isso significa que você deve determinar o que será aprendido em curto, médio e longo prazo. Por exemplo, imagine que você vai tocar violão e deseja aprender ler partitura em 12 meses.

Esse objetivo deve ser muito bem estabelecido e precisa ser possível de ser atingido. Não adianta estabelecer metas absurdas, como tocar guitarra como um grande astro do rock em um ano, pois isso não acontecerá.

Os objetivos datados, de fato, podem não ser atingidos. Porém, isso não é nenhum problema, tendo em vista que essa definição serve para que você tenha um direcionamento mais preciso e não estude conteúdos sem foco.

Transforme a meta em horas diárias

Depois de estabelecer os objetivos, é preciso quebrá-los em pequenas metas para definir a quantidade de horas de estudos por dia, bem como os conteúdos de cada sessão de estudos.

A quebra dos seus objetivos é essencial para que você consiga perceber a sua evolução. Por exemplo, o objetivo de ler partitura em 12 meses pode ser dividido em várias semanas. Numa aula você aprenderá os conceitos básicos, em outras aulas as figuras, e assim por diante.

Com o passar do tempo, você conquista pequenas vitórias que, ao final de um período, estará muito perto do seu objetivo principal.

Defina a rotina ideal

Por fim, você deve definir a rotina ideal para estudar música. O melhor horário para estudar é aquele mais adequado à sua rotina. Se você tem apenas 30 ou 40 minutos, não tem problema. O importante é que esse esforço seja o mais constante possível — para não dizer diário.

Com um cronograma adequado, é possível se desenvolver. Mesmo que demore um pouco mais, com disciplina e concentração, você terá mais chances de aprender mais do que aqueles que têm o dia inteiro para estudar, mas o fazem sem ordem, foco e frequência.

Como manter a concentração nos estudos?

Muitas pessoas podem ter dúvidas sobre como manter a concentração nos estudos durante os períodos definidos no seu cronograma. Alguns colocam um fone sem música, outros usam a estratégia de ir para um lugar longe do barulho ou distração, enfim. Várias são as técnicas utilizadas pelas pessoas para aumentar a concentração nesses momentos.

Existem algumas coisas que você pode fazer para aumentar o seu grau de atenção durante seus estudos. Uma forma de fazer isso é ter um lugar específico para estudar música. Nesse espaço de estudos, você terá todas os acessórios necessários, como seu instrumento, suportes, correias, afinador e outros equipamentos.

Fazer isso cria uma espécie de mensagem na sua mente: quando você estiver naquele ambiente, ela deve focar exclusivamente nos estudos. Apesar de ter esse espaço exclusivo para estudar ser importante, é fundamental que ele esteja muito distante das distrações, como televisão, computador ou smartphone — a menos que você esteja utilizando alguma desses itens para assistir aulas, claro.

Além disso, é importante que você tenha uma organização antes mesmo de sentar para estudar o seu instrumento. É essencial ter em mente que aquele momento é a hora dos estudos, que e você deve dar prioridade a eles.

Também é importante comunicar aos seus demais familiares ou moradores da sua casa que naquele momento você estará focado exclusivamente nos seus estudos e não deve ser incomodado. Dependendo do instrumento que você está aprendendo, vale a pena utilizar fones de ouvido para filtrar e ouvir melhor a sua própria sonoridade. Obviamente, em alguns tipos de instrumento isso não funciona. Por exemplo, bateria, percussão e instrumentos de sopro, como o saxofone, são mais complicados de utilizarem essa dica.

Por fim, podemos concluir que a montagem de um cronograma de estudos pode favorecer de forma significativa o seu aprendizado, acelerando todo o processo e, principalmente, tornando os momentos de estudar música mais leves e satisfatórios.

Se você gostou deste artigo, compartilhe-o em suas redes sociais!

+ Sem comentários

Adicionar